Incerteza política na Espanha e dados da zona do euro pressionam índices europeus

29 Abr (Reuters) - O mercado acionário europeu recuava nesta segunda-feira uma vez que os mercados espanhóis eram pressionados pela incerteza relacionada à política na Espanha e pelo sentimento econômico fraco da zona do euro que exacerbou temores sobre a desaceleração do crescimento global.

Às 7:54 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 caía 0,26 por cento, a 1.532 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdia 0,25 por cento, a 390 pontos.

Socialistas liderados pelo primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, venceram no domingo a terceira eleição em quatro anos, mas não conseguiram uma maioria e por isso precisarão da ajuda de partidos regionais, ou da centro-direita, para formar um governo de coalizão.

"Nos próximos dias e semanas os mercados irão observar avanços nas negociações para uma coalizão", disseram analistas do Rabobank em nota.

Também pesava o sentimento econômico da zona do euro, que caiu pelo 10º mês seguido, para o nível mais baixo em mais de dois anos, uma vez que gerentes de indústria e do setor varejista se tornaram mais pessimistas.

A pesquisa amplia a evidência de que as perspectivas econômicas da zona do euro para o início de 2019 são fracas.

. Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 0,10 por cento, a 7.420 pontos. . Em FRANKFURT, o índice DAX caía 0,29 por cento, a 12.279 pontos. . Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,29 por cento, a 5.553 pontos. . Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha desvalorização de 0,26 por cento, a 21.681 pontos. . Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 0,83 por cento, a 9.426 pontos. . Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,57 por cento, a 5.389 pontos.

REUTERS CMO