Freitas: investidor estrangeiro quer compromisso do Brasil com solvência

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou nesta sexta-feira, 5, que os investidores internacionais desejam investir no País, mas querem ver o compromisso com a solvência do Estado brasileiro.

"Aprova a reforma da Previdência e, no dia seguinte, o investimento estrangeiro direto no Brasil dobra", estimou, durante o 18º Fórum Empresarial Lide, em Campos do Jordão (SP).

O ministro cobrou ainda o protagonismo da iniciativa privada pela reforma da Previdência. "Vocês são força viva. Vocês têm o dever de serem protagonistas neste processo", disse.

Arrecadação com futuras privatizações

Freitas evitou estimar uma arrecadação com futuros leilões do governo, mas destacou que os certames já realizados demonstram confiança no governo do presidente Jair Bolsonaro, mesmo que os processos tenham sido estruturados em gestões anteriores.

"Confiança do investidor é no que está por vir. Ninguém está olhando no retrovisor. Confiança é agora, por isso eles investidores estão olhando com força", disse o ministro.

Em 23 leilões, o governo arrecadou R$ 8 bilhões até agora, lembrou o ministro, mas pontuou que é "difícil estimar" arrecadações com futuras privatizações.

Nova Dutra

O ministro projetou ainda que a consulta pública para concessão da Nova Dutra deve ser lançada ainda este ano, com previsão de realizar o leilão em 2020. Ele destacou que a proposta do governo é incorporar no mesmo contrato a rodovia BR-101 Rio-Santos. "Essa aí está bastante adiantada, os estudos já estão praticamente prontos", destacou.