Pacote suspeito é enviado para fábrica da Ferrero

Além de um vereador da Liga e da Lavazza, a fábrica da empresa Ferrero em Alba e a unidade da companhia Caffè Vergnano em Santena, ambas no Piemonte, também receberam pacotes suspeitos. Os dois contam com um pó que ainda será analisado pela polícia.