Anfavea: produção e venda de veículos crescem em fevereiro

A produção de veículos no Brasil cresceu 20,5% em fevereiro ante igual mês de 2018, informou ontem a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Foram 257,2 mil unidades produzidas, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Foi o maior volume para o mês desde 2014, graças ao fato de que o Carnaval de 2018 encolheu o número de dias úteis na comparação com 2019, quando o Carnaval caiu em março.

O volume do segundo mês do ano, se comparado a janeiro, também cresceu 29,9%. No ano, a produção aumentou 5,3% em relação ao 1º bimestre de 2018 passado, com 455,3 mil unidades.

Macaque in the trees
Em fevereiro, as montadoras produziram 257 mil veículos, melhor resultado desde abril de 2014 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Foram 514 empregos gerados pelas montadoras em fevereiro. Em 12 meses, as empresas criaram 546 postos de trabalho. O setor conta hoje com 130.967 funcionários, alta de 0,4% em relação a fevereiro do ano passado.

Licenciamento

Em fevereiro, 168.577 veículos leves novos nacionais foram licenciados no país. Somando-se também os veículos leves importados, foram licenciados 190.273 veículos. Considerando-se o total de veículos (o que engloba veículos leves, caminhões e ônibus e incluindo também os importados) foram licenciados no país 198.641 veículos, queda de 0,6% em comparação a janeiro e aumento de 26,6% em comparação a fevereiro do ano passado.

Hyundai investe R$ 210 milhões

A Hyundai Motor Brasil anunciou ontem investimentos de R$ 125 milhões para ampliar a capacidade produtiva da fábrica em Piracicaba, interior de São Paulo, de 180 mil unidades ao ano para 210 mil.

O grupo já opera em três turnos de trabalho desde 2013 e manterá seu quadro atual de 2,7 mil funcionários.

No ano passado, com trabalho 24 horas nos cinco dias úteis da semana e horas extras aos sábados, a empresa conseguiu produzir volume recorde de 193 mil veículos. Agora, com a melhora do processo produtivo, será possível ampliar a capacidade em 30 mil unidades.

O investimento será aplicado em melhorias nas operações e aquisição de novos equipamentos de alta tecnologia, inclusive robôs. A fábrica produz os modelos HB20 - terceiro carro mais vendido no País atualmente - e o utilitário-esportivo (SUV) Creta.