Bolsonaro e Maia veem trâmite da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encontrou-se ontem de manhã com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada. Maia, que deixou o palácio sem falar com a imprensa, tratou da tramitação da reforma da Previdência, que se inicia pela Câmara dos Deputados.

Sexta-feira ele anunciou para quarta-feira a instalação de 12 comissões permanentes da Casa, inclusive a de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), que faz a análise da Proposta de Emenda à Constituição, enviado pelo governo ao Congresso dia 20 de fevereiro.

A CCJ tem prazo mínimo de cinco sessões do plenário para , manifestar-se sobre a constitucionalidade da PEC. Depois disso, a proposta poderá ser analisada por uma comissão especial e, em seguida, votada em dois turnos pelo plenário.

Temas sensíveis

Dois temas sensíveis, já condenados por Maia, foram tratados no encontro: a redução para R$ 400 no valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoas sem renda a partir de 60 anos; e a apresentação simultânea, à PEC da Previdência, do Projeto de Lei que ajusta a previdência dos militares. Ambas encontram resistência entre os deputados.