Desemprego baixa a 3,8% nos EUA

Os Estados Unidos criaram 20 mil empregos em fevereiro, informou ontem o Departamento do Trabalho, número bem abaixo das previsões de analistas. Já a taxa de desemprego recuou de 4% em janeiro para 3,8% em fevereiro, o nível mais baixo desde outubro. A previsão era de queda menor da taxa, a 3,9%.

Os números de criação de postos dos dois meses anteriores foram revisados para cima. Em janeiro, de 304 mil para 311 mil e, em dezembro, de 222 mil para 227 mil.O salário médio por hora dos trabalhadores subiu 0,4% no mês passado ante janeiro, ou US$ 0,11, para US$ 27,66 por hora. Na comparação anual, o aumento foi de 3,4%.

Diretor do Conselho Econômico Nacional dos EUA, Larry Kudlow minimizou o número de geração de vagas de fevereiro. Segundo ele, trata-se de algo "casual" e os investidores não devem prestar atenção a ele. Argumentou que os dados mensais trazem ruído e que é mais importante olhar a tendência, que segue positiva na geração de vagas. Destacou o crescimento nos salários, comentando a maior presença das mulheres na força de trabalho e que a produtividade avança em ritmo saudável.