CÓDIGO DE OBRAS

Com a revisão do Código de Obras do município do Rio de Janeiro é o momento para melhorar a qualidade de vida na cidade, em especial a poluição sonora. Há normas exigindo o uso de sinalizadores sonoros em saídas de garagens que não levam em consideração ambientes menos ruidosos. Há também uma divisão excessiva entre as diversas engenharias, o que dificulta a implantação de normas mais harmônicas em seu conjunto.

Alexandre Boratto Peixoto do Vale

Rio de Janeiro

MUDANÇA DE HÁBITO

A indústria automobilística mergulhou numa crise. A Ford está fechando as portas em São Paulo, e a GM avisou que fará o mesmo. Mas isso não é só por conta da crise econômica do país. A indústria automotiva entrou em novo ciclo econômico com redução nas vendas de veículos. Estão ocorrendo mudanças com a intensificação dos transportes públicos, além dos compartilhados, com o uso

dos aplicativos.

João Cardoso Ramalho

Rio de Janeiro

PAPA FRANCISCO

Conforme editorial (JB, 23/2), o Papa Francisco "adotou o enfrentamento como seu mais recente calvário" nas complexas questões da pedofilia e outros abusos nas hostes da Igreja Católica. É preciso coragem para enfrentar temas espinhosos como esses. E o Papa Francisco tem se mostrado um líder religioso à altura dessa época de conflitos, recusando as intolerâncias tão em voga no mundo atual.

Letícia Rodrigues

Rio de Janeiro

JB NO FACEBOOK

Crise política da Venezuela

Esse modus operandi americano é repetido à exaustão. Para não ir muito longe na história, fiquemos com os exemplos do Iraque, Afeganistão, Tunísia, Egito e Líbia. Todos esses países estão agora em situação muito pior do que antes da invasão ianque. O caso da Líbia é particularmente eloquente e cruel. Vejamos o que acontecerá na Venezuela.

José Antonio Vargas Bazán

O JB NA LINHA DO TEMPO - 20 ANOS

O presidente Fernando Henrique Cardoso foi criticado por líderes de todos os partidos, até da base governista, pelas declarações em que sugeriu uma comparação entre o governador Itamar Franco e Joaquim Silvério dos Reis, delator do herói da Inconfidência Mineira, Tiradentes. (...) O político mineiro, que declarou a moratório do estado, não apoiou a tese da reeleição e os dois estão rompidos desde essa época.

JB, 24 de fevereiro de 1999

FRASES DA SEMANA NO JB

"Vamos tentar simplificar. O censo de países desenvolvidos tem 10 perguntas, aqui tem 150. (...) Ou quem sabe a gente vende os prédios para fazer o Censo bem feito."

Paulo Guedes, ministro da Economia, sobre o Censo de 2020.

"Estão no poder agora os conservadores. Então, deixa a gente mostrar para o Brasil o que os conservadores querem fazer."

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos aos parlamentares