Polícia impede 'feiraço' de protesto em Buenos Aires

Um "feiraço" - uma espécie de feira de protesto - realizado por pequenos agricultores da Região Metropolitana de Buenos Aires contra o "preço injusto" dos produtos agrícolas no país foi duramente reprimido ontem na capital argentina. A União de Trabalhadores da Terra, uma das organizadoras do ato, denunciou a "repressão" e o "roubo de comida" quando se tentava "fazer chegar verduras a um preço justo para a população". O ministro de Segurança de Buenos Aires, Marcelo D'Alessandro, disse que os policiais "avançaram contra os feirantes porque não haviam pedido autorização para se manifestarem no espaço público". A iniciativa já aconteceu em outras praças da cidade.