Secretário do Tesouro dos EUA chega à China para negociações comercias

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, um dos principais negociadores com a China no conflito comercial, chegou nesta terça-feira a Pequim, onde disse estar "impaciente" por retomar o diálogo.

Na quinta e sexta-feira estão previstas negociações de alto nível na capital chinesa. Esta é uma reunião crucial antes de 1 de março, data limite dada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para aumentar as tarifas, caso não haja um acordo comercial bilateral.

"É bom estar de volta aqui em Pequim. Esperamos com impaciência por esses dias importantes de negociações", disse Mnuchin em um hotel de Pequim sem dar mais detalhes.

Os Estados Unidos serão representados por Mnuchin e pelo representante comercial americano, Robert Lighthizer. Do lado chinês, comparecerão o vice-primeiro-ministro Liu He e o governador do Banco Central, Yi Gang.

As negociações serão retomadas após seu início em Washington no mês passado, quando levaram a uma entrevista entre Liu He e Donald Trump.

 

ewx-ehl/alm/pc/age/ll

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais