Venezuela impulsiona nova alta do petróleo

Os preços do petróleo subiram nesta sexta-feira (1) estimulados por uma possível redução da oferta mundial devido à crise volátil da Venezuela.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em abril, em seu primeiro dia como contrato de referência, teve alta de 1,91 dólar, a 62,75, em Londres.

Em Nova York, o barril de "light sweet crude" (WTI) para março ganhou 1,47 dólar, a 55,26.

"Entre as sanções contra a Venezuela, as pertubações da Líbia e a redução da produção de membros da Opep, o mercado espera uma redução da oferta", disse Andy Lipow da Lipow Oil Associates.

Os Estados Unidos sancionaram nesta semana a petroleira estatal PDVSA impedindo a negociação com entidades americanas e congelando seus ativos.

"As refinarias parecem começar a se orientar para provedores alternativos", disse Lipow.