EUA cria vagas em janeiro, mas 'shutdown' impulsiona desemprego

A criação de empregos nos EUA foi positiva em janeiro, superando o "shutdown", já que a construção civil, os serviços de saúde e o comércio varejista criaram milhares de vagas, informou o governo nesta sexta-feira (1).

Contudo, a paralisação parcial do governo durante cinco semanas foi pelo menos parcialmente responsável por um aumento da taxa de desemprego a 4%, seu nível mais alto em sete meses.

Os empregadores criaram 304 mil novas vagas líquidas, quase o dobro do que os economistas tinham projetado, enquanto o crescimento dos salários dos trabalhadores ficou logo acima da inflação, segundo o Departamento de Trabalho.

 

vmt/iba/lb/rbv/ll