Com recuperação da Vale e Bradespar, Ibovespa abre em alta

O Ibovespa abriu e segue em alta na manhã desta terça-feira, 29, apoiada por todas as blue chips, inclusive as ONs da Vale e da Bradespar. Os dois papéis recuperam-se das perdas de mais de 24% da segunda-feira, quando o investidor reagiu à tragédia humana e ambiental em Brumadinho (MG).

Como a perda em valor de mercado foi muito grande (mais de R$ 71 bilhões), analistas entendem que houve exagero e, assim, o papel recupera valor.

Muitos ponderam que ainda é prematuro um diagnóstico mais preciso e duradouro sobre o novo valuation da mineradora brasileira, visto que novas medidas punitivas e preventivas podem ser tomadas por conta do rompimento da barragem na cidade mineira.

Nesse início de pregão, Vale ON é o papel com maior giro financeiro, com três vezes o volume financeiro da ação em segundo lugar no ranking das ações mais negociadas da carteira Ibovespa.

Na manhã desta terça, o secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, disse que o governo pretende capitalizar a Eletrobras e, depois, sair do controle. Depois dessa fala, a elétrica passou a liderar as altas do Ibovespa, com a ON subindo cerca de 6%.

Mattar também afirmou que o novo governo pretende acabar com a BNDESPar, a empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), vendendo todos os seus ativos, avaliados em R$ 110 bilhões, nos próximos quatro anos. "A BNDESpar é empresa que vai ser fechada muito rapidamente", disse.

No ranking de maiores baixas, a ação que lidera é ON da Cielo, que divulgou na segunda-feira lucro líquido ajustado de R$ 724,1 milhões no quarto trimestre de 2018, cifra 30,6% menor que a vista um ano antes, de R$ 1,043 bilhão.

A companhia de cartões anunciou nesta terça que pagará dividendos referentes ao quarto trimestre no valor de R$ 709,5 milhões, ou R$ 0,26139975321 por ação, que pode ser ajustado após programa de opções e tesouraria.

Às 10h35, o Ibovespa subia 0,90% aos 96.301,98 pontos. A Vale ON subia 2,29%. A Bradespar ON tinha alta de 2,37%. A ON da Cielo caía 1,29%. A ON da Eletrobras subia 6,79%.