Em Davos, Doria busca investidores estrangeiros para aeroportos e rodovias

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), está em Davos, na Suíça, para participar do Fórum Econômico Mundial e apresentar oportunidades de negócios no Estado para investidores estrangeiros, como 20 aeroportos regionais e novas concessões para expandir a rede de autoestradas.

Macaque in the trees
Governador de São Paulo, João Doria. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil)

As oportunidades foram listadas em vídeo que será exibido aos investidores e que foi divulgado antecipadamente por Doria para a imprensa. O vídeo, que mostra São Paulo como um Estado economicamente dinâmico e com um PIB superior ao da Argentina, cita ainda 650 mil metros quadrados para criar "o Vale do Silício brasileiro", US$ 270 milhões para explorar direitos de transporte e geração de energia e "parcerias" para transformar o Instituto Butatan "no maior produtor mundial de vacinas".

"É um momento importante para atrair novos investimentos para o Brasil e, particularmente, para São Paulo", disse o tucano em uma gravação separada, em Davos. Ele afirmou que fará duas palestras e reforçou que o evento contará com a presença do presidente Jair Bolsonaro e dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Sergio Moro (Justiça).

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais