Embraer e Boeing chegam a acordo de parceria de US$ 5,2 bi

A Embraer anunciou nesta segunda-feira (17) que aprovou os termos de um acordo com a fabricantes de aeronaves norte-americana Boeing, que tinha sido anunciado em julho do ano passado, para a criação de uma nova empresa no setor. As informações são do site de notícias "G1".

A nova companhia ainda não tem nome definido, mas está sendo chamada de "JV Aviação Comercial" ou "Nova Sociedade". O valor da negociação é estimado em US$ 5,2 bilhões.

A Boieng terá 80% de participação no novo negócio, enquanto a Embraer ficará com 20%. A empresa brasileira poderá vender a qualquer momento sua parte , por meio de uma cláusula de opção de venda.

O acordo ainda precisa ser aprovado pelo governo brasileiro, que tem poder de veto sobre as decisões estratégicas da companhia. Com a aprovação do governo, o acordo será avaliado pelos acionistas, além das autoridades regulatórias , "bem como outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo", segundo comunicado da Embraer.

Na semana passada, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) revogou uma liminar que impedia as empresas de seguirem com as negociações. O acordo ainda prevê a criação de uma segunda empresa, especializada em aeronaves de defesa, que deve ter negocições concluídas até o final de 2019.