Jair Bolsonaro critica gastos da Caixa com "identidade visual"

Em mensagem por rede social ele promete rever contratos de estatais

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) publicou em sua conta no Twitter, nesta quinta-feira (13), que irá "rever todos esses contratos" de "publicidade e patrocínio" de bancos públicos como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com a Secretaria de Comunicação do governo federal (Secom).

O relacionamento institucional do Executivo com as instituições financeiras é previsto em lei e tem previsão orçamentária.

O presidente eleito -que voltou nesta quinta para o Rio de Janeiro - afirmou, na publicação, ter tomado conhecimento de que só a Caixa gastou R$ 2,5 bilhões com estes contratos, o que classificou como "um absurdo". O presidente eleito não deixou claro se "rever" significará cancelar os contratos ou reexaminá-los.