Superintendência do Cade vê problemas em compra da Alstom pela Siemens

A Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) entendeu que existem problemas concorrenciais na compra da Alstom pela Siemens e remeteu a análise do negócio ao tribunal do órgão. O entendimento da área técnica é que a operação não pode ser aprovada como foi apresentada. Caberá ao tribunal decidir se aprova, reprova ou adota restrições à operação para afastar os problemas identificados.

A compra da Alstom foi anunciada pela Siemens globalmente e envolve o negócio de mobilidade das empresas. No Brasil, a operação afeta o transporte ferroviário de carga e de passageiros.

O parecer da superintendência aponta possíveis ameaças à concorrência nos setores de sinalização ferroviária, tanto no transporte de carga quanto urbano. "Com a fusão da Siemens e Alstom, restaria somente uma empresa capaz de competir com as duas", afirma o Cade.

A operação foi notificada ao Cade em junho e deve ser aprovada até março do ano que vem.