Trump recebe executivos das alemãs Volkswagen, Daimler e BMW

O presidente americano, Donald Trump, se reuniu nesta terça-feira com executivos das três maiores fabricantes de automóveis alemãs, em meio a esforços de Washington e Bruxelas para solucionar as queixas americanas sobre desequilíbrios comerciais no setor.

A Casa Branca disse que Trump encorajou as montadoras a fabricar mais nos Estados Unidos, onde sua produção já é significativa.

"O presidente compartilhou sua visão de todas as montadoras produzindo nos Estados Unidos e criando um ambiente de negócios mais amigável", disse a Casa Branca após a reunião.

Washington e Bruxelas anunciaram em julho uma trégua, interrompendo uma disputa de tarifas depois que Trump ameaçou impor taxas sobre as importações europeias de automóveis, alegando questões de segurança nacional.

A BMW, que mantém uma grande fábrica de automóveis em Spartanburg, na Carolina do Sul, disse na terça-feira que a reunião foi "construtiva", mas que a responsabilidade pela política comercial internacional "depende apenas das instituições políticas relevantes".

Dentro de dois anos, a empresa planeja adicionar 1.000 vagas às 10 mil de Spartanburg, informou em um comunicado, e está considerando montar uma segunda fábrica nos EUA para locomotivas.

Diretores da Daimler e da Volkswagen, que recentemente anunciou uma parceria estratégica em potencial com a fabricante americana Ford, também participaram da reunião.

Mais cedo, o secretário de Comércio Wilbur Ross disse que o objetivo da reunião era reduzir o déficit comercial de US$ 30 bilhões que os Estados Unidos têm com a Alemanha em carros e autopeças, o que representa metade do déficit total de US$ 66 bilhões com o país europeu.

"Estamos tentando fazer com que todos aumentem sua produção nos Estados Unidos", disse Ross na CNBC antes da reunião.

Inicialmente, Trump não participaria da reunião com os executivos alemães, mas a secretária de imprensa Sarah Sanders anunciou que haveria uma "breve reunião" com Herbert Diess, da Volkswagen, Dieter Zetsche, da Daimler, e Nicolas Peter, da BMW.

 

dg-hs/ft/ll