Jornal do Brasil

Economia

Brexit sem acordo custará 9,3% do PIB britânico em 15 anos

Jornal do Brasil

Deixar a União Europeia sem um acordo faria com que o Reino Unido perdeesse 9,3% de seu Produto Interno Bruto (PIB) em um período de 15 anos, segundo um relatório de impacto econômico publicado nesta quarta-feira pelo governo britânico.

A economia também sofreria com o atual acordo de saída alcançado com a UE e a futura relação comercial que ambas as partes esperam estabelecer, mas só perderia 3,9% do PIB, aponta o relatório.

Este relatório é publicado duas semanas antes da data em que o parlamento britânico deve votar a ratificação do acordo que a primeira-ministra Theresa May selou no domingo com os outros 27 membros da UE em uma cúpula extraordinária em Bruxelas.

A oposição ao texto é forte entre os deputados, mesmo nas fileiras do Partido Conservador de May, e, apesar dos esforços do governo, a votação de 11 de dezembro é incerta.

O relatório econômico observa, no entanto, que todos esses números devem ser encarados com alguma cautela "devido às incertezas inerentes a este tipo de análise econômica".

"Do ponto de vista puramente econômico, a saída da UE terá um custo (...) O que a primeira-ministra está tentando fazer é minimizar esse custo", disse o ministro das Finanças, Philip Hammond, pela manhã à rádio BBC.

O documento não fornece números concretos, mas, segundo economistas citados pela agência de notícias AP, uma perda de 3,9% do PIB representa cerca de 100 bilhões de libras até 2030, um número muito superior à contribuição atual do governo britânico ao orçamento da UE.

ar-acc/pc/mr