Jornal do Brasil

Economia

Ações da Petrobras viram e passam a subir; Ibovespa cai

Jornal do Brasil

Após a indicação de Roberto Castello Branco para a presidência da Petrobras, antecipada pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira, 19, os papéis da estatal abriram o pregão em queda. As ações iniciaram os negócios em baixa de 1,11% (ON) e 1,20% (PN). Pela manhã, os ADRs da estatal brasileira de petróleo - papéis da companhia negociados em Nova York - estavam em baixa em torno de 1,5%.

Perto das 11 horas, no entanto, os papéis viraram e passaram a subir, 0,53% (ON) e 1,12% (PN). Os preços do petróleo também avançam nesta manhã. O barril de petróleo WTI para dezembro sobe 0,37%, cotado a US$ 56,89 e o Brent para janeiro avança 0,12%, a US$ 66,84 por barril.

A Bolsa opera em queda nesta segunda-feira, que deve ter liquidez reduzida por causa do feriado da terça-feira.

Às 10h26, o Ibovespa, principal índice do mercado acionário brasileiro, apresentava queda de 1,05%. Às 12h37, o cenário mudou pouco, com o Ibovespa em queda de 1,03%. O movimento também é uma correção dos fortes ganhos da última sexta-feira, quando fechou aos 88.515,27 pontos, em alta que beirou os 3%.

A indicação de Roberto Castello Branco à presidência da Petrobras foi bem recebida pelo mercado financeiro. Especialistas avaliam o nome como um sinal positivo na gestão da política de preços de combustíveis. A leitura é de que o economista, que já ocupou cargos de direção no Banco Central e na mineradora Vale, é um nome com reconhecimento do mercado e que pode manter uma política de reajustes de preços equalizada com as oscilações no mercado internacional.