Estamos dialogando de novo com China na questão do comércio, diz Kudlow

Diretor do Conselho Econômico Nacional dos Estados Unidos, Larry Kudlow afirmou em entrevista à rede CNBC que o governo do presidente Donald Trump voltou a dialogar com a China na questão comercial. Segundo ele, essas conversas ocorrem "em todos os níveis" da administração, mas o acordo com Pequim precisa atender os interesses americanos, por exemplo no setor de tecnologia.

Kudlow apontou também que os EUA têm mantido boas negociações comerciais com a União Europeia e o Japão, sem dar detalhes. Questionado sobre a força do dólar, ele disse que a moeda americana está constante, mas que as oscilações no câmbio são algo normal. "Temos atraído capital de todo o mundo porque nossa economia está muito forte", afirmou.

Após a retomada do comando da Câmara dos Representantes pelo Partido Democrata, Kudlow disse que há espaço para a cooperação com os oposicionistas. Ele comentou que uma área em que o governo pode investir é a da infraestrutura, citando especificamente o setor de energia.

A autoridade foi ainda questionada sobre a correção recente nos mercados financeiros. Segundo ele, as correções ocorrem de tempos em tempos e "estamos passando por uma agora", mas esta atual é mais branda e a confiança na economia segue intocada.