Jornal do Brasil

Economia

Taxas futuras de juros recuam com dólar em meio a ajustes dos mercados em NY

Jornal do Brasil

Os juros futuros operam em baixa na manhã desta quinta-feira, 25, alinhados com a desvalorização do dólar ante o real em meio aos ajustes nos preços da divisa americana no exterior. Na quarta-feira, 24, as taxas longas subiram e as mais curtas fecharam perto da estabilidade.

O investidores ficarão à espera da pesquisa Datafolha, à noite, após a surpresa com o levantamento Ibope, que mostrou redução na vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) em relação a Fernando Haddad (PT) e maior rejeição do candidato do PSL.

A agenda do dia traz ainda os números do setor externo de setembro (10h30) e o Tesouro faz leilão de LTN e de NTN-F (11h), o que pode trazer alguma pressão de alta. O dólar no exterior opera misto ante seus pares principais e moedas emergentes e ligadas a commodities.

Às 9h38 desta quinta-feira, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 indicava 8,35%, de 8,36% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2023 estava a 9,55%, de 9,57% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2025 caía a 10,14%, de 10,15% no ajuste de quarta. No câmbio, o dólar à vista caía 0,52%, a R$ 3,7191. O dólar futuro de novembro recuava 0,37%, a R$ 3,720.

Mais cedo, a Fipe informou que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,52% na terceira quadrissemana de outubro, repetindo a variação observada na segunda quadrissemana deste mês.

 



Tags: juros

Recomendadas para você