Jornal do Brasil

Economia

Ambev: lucro atribuído a controlador é de R$ 2,831 bilhões no 3º trimestre

Jornal do Brasil

A Ambev registrou no terceiro trimestre lucro atribuído ao controlador de R$ 2,831 bilhões. O resultado se compara a R$ 200 mil registrados em igual período do ano passado, quando o resultado havia sido afetado por uma provisão para o Programa Especial de Regularização Tributária (PERT).

O lucro atribuído aos controladores da ficou em linha com as estimativas do mercado. O resultado foi próximo aos R$ 2,883 bilhões previstos pela média das projeções de sete instituições financeiras consultadas pelo Prévias Broadcast (BB Investimentos, BTG Pactual, Goldman Sachs, JPMorgan, Morgan Stanley, Santander e XP Investimentos).

O lucro líquido ajustado foi de R$ 2,907 bilhões, queda de 10,2% sobre o mesmo período do ano passado, quando era de R$ 3,236 bilhões. A fabricante de bebidas apresenta o resultado com um impacto contábil da hiperinflação argentina. Após a categorização da Argentina como um país com a taxa de inflação acumulada em três anos superior a 100%, aplicou-se a norma "Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária" (IAS 29), do padrão IFRS, que resultou em ajuste positivo de R$ 115,4 milhões no resultado financeiro, impacto negativo no lucro líquido de R$ 273,4 milhões, e impacto negativo no lucro líquido ajustado de R$ 275,7 milhões.

A norma gerou um impacto negativo de R$ 573,8 milhões no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, que teve queda de 2,2% na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior, para R$ 4,450 bilhões. Já no critério orgânico, aplicando-se taxas de câmbio constantes, o indicador teve crescimento de 9%. A margem Ebitda ajustado passou para 40,2%, de 40,1% no terceiro trimestre de 2017.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da fabricante de bebidas ficou 13,8% abaixo do esperado. A média das estimativas apontava para R$ 5,162 bilhões.

A receita liquida consolidada caiu 2,6% para R$ 11,063 bilhões, de R$ 11,362 bilhões no terceiro trimestre de 2017. Excluindo efeitos de câmbio, a receita cresceu 5,8% no critério orgânico. A receita líquida da Ambev foi 11,9% menor do que previam os analistas, de R$ 12,570 bilhões.

O Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. considera que o resultado está em linha com as projeções quando a variação para cima ou para baixo é de até 5%.

 



Recomendadas para você