Jornal do Brasil

Economia

Transportes passam de alta de 0,21% em setembro para 1,65% no IPCA-15 de outubro

Jornal do Brasil

O aumento nos combustíveis pressionou as despesas com transportes na inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) em outubro. Os custos dos Transportes saíram de um avanço de 0,21% em setembro para elevação de 1,65% em outubro. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 23, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Após a queda de 0,19% registrada em setembro, os combustíveis aumentaram 4,74% em outubro.

O litro da gasolina subiu 4,57% este mês, item de maior impacto individual da inflação, com uma contribuição de 0,21 ponto porcentual. O litro do etanol ficou 6,02% mais caro no mês, enquanto o óleo diesel aumentou 5,71%.

O grupo Transportes respondeu por mais da metade do IPCA-15 de outubro, um impacto de 0,30 ponto porcentual sobre a inflação.

Os gastos das famílias com Transportes e Alimentação e Bebidas (com alta de 0,44% nos preços e contribuição de 0,11 ponto porcentual) foram responsáveis por cerca de 70% do IPCA-15 de outubro, que registrou taxa de 0,58%.

 



Recomendadas para você