Jornal do Brasil

Economia

'Vamos rever desonerações, que ferem princípio da igualdade', diz Arida

Jornal do Brasil

A revisão das desonerações fiscais concedidas pelo governo para determinados setores da economia é uma das principais ferramentas para garantir o ajuste fiscal sem que seja necessário aumentar a carga tributária. A afirmação foi feita na manhã desta sexta-feira, 21, pelo economista Pérsio Arida, coordenador do programa econômico do PSDB na campanha presidencial.

 

"Nossas reformas não visam o aumento da carga, mas sim a revisão de uma série de desonerações que foram feitas sem critérios claros e sem contrapartidas efetivas. Não podemos beneficiar os amigos do rei", disse, durante sabatina realizada pelo Grupo Estado em parceria com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). "Vamos rever as desonerações, pois elas ferem o princípio da igualdade."

 

O economista defendeu, também, a desvinculação do salário mínimo aos benefícios da Previdência. "Esta vinculação, na realidade, trava a evolução do salário mínimo, pois não reflete de fato os ganhos de produtividade. A desvinculação vai permitir que o trabalhador que aumenta sua eficiência possa ser recompensado por isso", declarou o economista.

 



Recomendadas para você