Concurso público:

-->Para especialista, toda pessoa é capaz de par ticipar-->existe um perfil ideal para ser candidato?-->concur sos passa- dos par a ter no- ção do conteúdo . “Embor a as questões sejam difer entes, estu- dar por pr o v as anterior es é vá- lido e pode aju- dar m uito o can- didato em seu objeti v o ” diz.-->Opostos-->A pala vr a de- dicação é bem conhecida do bancário Daniel Martins, que a briu mão dos fi- nais de semana e feriado par a con- quistar seu obje- ti v o: entr ar na carr eir a pública, não só pela segur ança, mas tam- bém pela qualidade de vida. –No meu caso busco mais qua - lidade de vida, ter tr anquilidade. P ar a isso , sacrifico os finais de se - mana estudando , pois este é o meu objeti v o . Estudo em média duas hor as dur ante a semana e das 8 às 19 hor as nos finais de semana– conta. Mas há quem assuma não ter o perfil par a enfr entar a dur a r otina de um concur seir o , como a jorna - lista T atiana Souza. “F iz quatr o di - fer entes. Nunca passei. Eu só f azia os cur sos por que meu pai me pedia e ac ha v a que só assim eu iria ga - r antir um futur o” conclui.-->Divulgação-->par a concur so . M as será que e xiste mesmo esta questão de perfil? P ar a o pr ofessor Mar celo P ortel - la, do cur so Maxx, todos são capaz es de enfr entar um concur so , desde que se dediquem de cor po e alma. – Qualquer pessoa tem condi- ções de disputar um concur so , pa- r a isso é pr eciso que tenha aquilo como objeti v o e se dedique to- talmente. Ou seja, estudando dia- riamente, se pr epar ando de f o r- ma adequada e sa bendo que pode não passar na primeir a tentati v a -– orienta o especialista. Segundo P ortella, o concur sei- r o pr ecisa não somente estudar com afinco , mas f az er pr o v as de--> AULA -->– Mar celo Por tella pr epara os alunos-->DA REDAÇÃO-->A esta bilidade do empr ego público tem atr aído milhar es de br asileir os a disputar em os vá - rios concur sos que os go v ernos feder al, estaduais e m unicipais têm a bertos. Estima-se que cer - ca de cinco milhões de pessoas estarão participando de uma dessas pr o v as. Este númer o é seis v ez es maior em compar a - ção aos que irão pr estar v es - tibular no país. Assim como acontece nos v es - tibular es mais concorridos no Br a - sil, aqueles que desejam ter a se - gur ança do empr ego público pr e - cisam se dedicar , m uitas v ez es por dois anos, até alcançar seu objeti v o . Só que no meio do caminho há quem aca be desistindo . Uma parte por acr editar que não tem perfil