Desafios para a presidenta

Eduardo Pocetti

CEO DA BDO NO BRASIL

OBrasil deu no dia 31 de outubro mais um gran- depasso rumoàcon- solidação de sua jovem demo- cracia. Os brasileiros foram às urnas eescolheram comosua representante suprema Dilma Rousseff, a primeira presiden- ta da história do país. O fato de ser ela a pioneira a ocupar a Presidência da República é, por si,uma demonstraçãode que o sentido de igualdade dos brasileiros avança, ao mesmo passo que evoluem nossas ins- tituições democráticas. Passado o momentode cele- braçãoda democracia,Dilma enfrentará grandes desafios, do tamanho do que hoje ocupa o Brasil, não sófisicamente mas, em especial, na política, na eco- nomia e nas relações internacio- nais. Como é integrante do atual governo enão dependerádos humores de um processo de tran- sição (que poderiamser conta- minados peloespírito belicoso da campanha eleitoral), terá o tempo e o espaço necessários pa- racoser osentendimentosade- quados à composição de um competente primeiro escalão de governo. Evidente que as dispu- tas por espaço no governo serão ferrenhas, mas isso faz parte. Em seu primeiro discurso co- mo presidenta eleita, logo após a confirmação desua vitória nasurnas, DilmaRousseffre- forçou a intenção de combater prioritariamentea misériano país, investindo na inclusão so- cial das parcelas menos favo- recidas, assim com o fez de for- ma bem-sucedida o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para alcançar o objetivo, será essen- cialmanter aeconomianacio- nal em crescimento acelerado, depreferência acimadopata- mar de 5% ao ano. Para atingir tal patamar, o go- verno deverá seguir investindo recursos vultosospara estimu- lar o crescimento, especialmen- te nas áreasde infraestrutura, educação, saúde, meio ambien- te e segurança. Além disso, será necessário continuar criando condições para estimular os in- vestimentos privados,aqueles que de fatoempurram a eco- nomia para a frente.