Bom começo de Dilma Rousseff

Aristóteles Dr ummond

J O R N A L I S TA

As declarações iniciais de Dilma foram perfeitas: bom-senso, equilíbrio e prioridades importantes

Aprimeira semana co- mo presidenteeleita foi positivapara Dil- ma Rousseff. O país recebeu bem sua eleição, e quem lida com a economia sabe da im- portância dacontinuidade quandoas coisasvãobem. Haveráajustes naturaisde rotae denomes,mas opaís não ficará parado nem vai se falar em herança maldita. Asdeclarações deDilmafo- ram perfeitas.Bom-senso, equilíbrio eprioridades im- portantes,como aquestãode conciliar indicação política com mérito e,sobretudo, cui- dado na escolha de nomes. Es- tes nãodevem serpolêmicos nem ter marcas de pouca afei- ção na sociedade em geral, e no meio político em particular. O novo governo foi eleito jus- tamente paraque acontinui- dade se faça, os compromissos sejam cumpridos e os ent raves legais ou administrativos na li- beraçãode obras,removidos. Como responsável pelo PAC, a presidentesabe muitobem que a legislação tem de ser al- teradapara limitara açãodo Ibama e do Ministério Público, disciplinando aação destas entidades, que, bem orienta- das e controladas, são impor- tantes para o país. Mas é o mo- mentodeacabar comosexa- gerosde separar obraslicen- ciadas ou promover alterações que tornam projetos inviáveis ou caros demais para o contri- buinte,que,no final,équem paga a conta. ORiode Janeiro,porexem- plo, onde o governador é aliado da presidente e foi reeleito, pre- cisa com urgência dos recursos liberados para a Copa de 2014 e para a Olimpíada. O pessoal da Fifa já anda com receio de que as obras não se iniciem nos pra- zos desejáveis. Algumas já es- tariam até em atraso. Depois dessa campanha, o Brasil quer discutir os temas que ficaram de fora do debate. Entre eles: reajuste fiscal, al- terações na legislação traba- lhistae liberaçãode obrasde infraestrutura,a começarpor portos e aeroportos. O governador Antonio Anas- tasia, reeleitoem Minaspelo partido de oposição,já mos- trou aoBrasil –e aogoverno quevai seiniciar– que,com ele,o interessepúblicoestá acima de questões políticas me- nores, emanifestou simpatia pela volta da CPMF, carimbada para valerpara osetor dasaú- de. Aliás, de Minas, vieram pa- lavras sensatas do líder do es- tado,senador eleitoAécioNe- ves, de que ainda é cedo para se tratar de eleições futuras. Todo cuidado,entretanto, será pouco para que a presi- dente não perca seu capital de simpatiada sociedade,fato importante para fazer um bom governo.Elogios daturmada esquina, de intelectuais so- nhadores, não é suficiente. Es- tá aí a experiência do presi- dente Obama nos EUA.