XXXTentacion volta em vídeo póstumo 'Sad!', no qual assiste a seu funeral

XXXTentacion, rapper cuja fama estava em plena ascensão quando morreu há 10 dias atingido por um tiro, voltou em um misterioso vídeo póstumo no qual compareceu ao próprio funeral.

O vídeo de "Sad!" foi lançado na quarta-feira e rapidamente virou tendência no YouTube, com 28 milhões de visualizações em um dia.

O clipe de seis minutos mostra um taciturno XXXTentacion assistindo em uma igreja ao próprio funeral, durante o qual o corpo do jovem de 20 anos salta do caixão e se engalfinha em uma briga com seu alter ego que está vivo.

Como acontece em boa parte de sua obra, cheia de passagens cruas e obscuras sobre seus pensamentos suicidas, em "Sad!" XXXTentacion intercala cenas de diálogo com um sombrio personagem vestido de preto.

Ao olhar para o clipe, "você está sujeito a uma parte de minha aura criativa e meus desejos", adverte desde o começo o rapper ao espectador por meio de legendas.

Em um tipo de passagem bíblica, diz: "Aqui está a minha demanda: levarás amor por todo o mundo, louvará e regojizarás ao lado do meu nome, e mudarás o ciclo geral de energia que estamos atravessando".

O vídeo, que atribui a escrita e direção criativa à XXXTentacion, gerou teorias da conspiração na Internet segundo as quais a sua morte foi uma farsa artística.

No entanto, as autoridades da Flórida confirmaram a sua morte por um disparo em 18 de junho em frente a uma loja de motocicletas e realizaram uma prisão. Os familiares e fãs de XXXTentacion, cujo nome de batismo era Jahseh Ofrey, puderam se despedir do rapper em um funeral com caixão aberto.

Após sua morte, a música "Sad!" foi para o topo do Billboard Hot 100, marcando o primeiro número um póstumo para um artista na lista de referência dos Estados Unidos desde "Mo Money Mo Problems", do rapper The Notorious B.I.G., assassinado em 1997.

XXXTentacion alcançou o número um na lista de álbuns este ano com "?", mas seu sucesso se via manchado pelo histórico de violência. No momento de sua morte, estava aguardando um julgamento após ser acusado de espancar sua ex-namorada quando ela estava grávida.