Hackers espalham notícia falsa de morte da cantora Britney Spears

Eles invadiram contas da gravadora Sony e do cantor Bob Dylan

Um grupo de hacker invadiu nesta segunda-feira (26) as contas no Twitter da gravadora Sony e do músico Bob Dylan com o intuito de publicar mensagens falsas de que a cantora pop Britney Spears estaria morta. As falsas mensagens fez os fãs da cantora irem ao Twitter para saber se ela realmente havia morrido.

O grupo hacker foi identificado como o OurMine, mesmo nome dos hackers que invadiram diversas contas nas redes sociais de presidentes de empresas como Facebook, Google, Twitter, e a desenvolvedora do jogo “Pokémon Go”, Niantic.

O OurMine publicou duas mensagens falsas com os perfis invadidos das contas da Sony Global Music e a de Bob Dylan. ““RIP @britneyspears” e “Britney Spears morreu em um acidente. Nós contaremos mais em breve”. No entanto, a Sony não é a gravadora de Britney, que lançou seu último álbum, “Glory”, pela RCA Records.

Após espalhar a notícia falsa, o grupo voltou a publicar nas contas para desmentí-la: “Nós vimos um novo IP logado na conta alguns minutos atrás e o tuíte foi postado por um novo IP, então a Britney Spears ainda está viva”. O tuítes já foram apagados.

Em casos anteriores, o "OurMine" afirmou que usou ataques de força bruta (adivinhação de senhas), mas é possível que os invasores