Troféu Beco das Garrafas: BossaCucaNova é homenageado no show de encerramento

O BossaCucaNova será homenageado no último show do Troféu Beco das Garrafas, um projeto de valorização dos grandes nomes do gênero musical carioca, realizado de março a dezembro deste ano, no Beco das Garrafas. Formado por Marcelinho Da Lua, Marcio Menescal e Alex Moreira, o grupo que trouxe um frescor para a bossa nova, se apresentará e receberá a estatueta feita pelo designer Marcus Wagner na próxima quinta-feira, dia 29 de dezembro, às 21h, com ingressos a R$ 40.

 No roteiro, clássicos como “Samba de verão” (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle),  “Águas de março” (Tom Jobim), “Samba da minha terra” (Dorival Caymmi), “Água de beber” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), “Nem vem que não tem” (Carlos Imperial), “Deixa a menina” (Chico Buarque), “Mas que nada” (Jorge Ben Jor) e “Balanço Zona Sul” (Tito Madi) ganharão releituras eletrônicas para esta noite de encerramento. 

“Escolhi fechar o projeto com o BossaCucaNova porque, depois de homenagear 19 grandes nomes, temos que olhar para o futuro do Beco e da bossa nova. Vejo que eles estão levando a nossa bossa para o mundo inteiro com modernidade e, ao mesmo tempo, com um respeito muito grande pelos nossos compositores e pela forma como as músicas foram feitas”, rebobina a cantora e empresária Amanda Bravo, curadora do Troféu Beco das Garrafas e responsável pelo sucesso do Beco das Garrafas desde 2014. 

A bossa nova é de 1958. O BossaCucaNova lançou o primeiro álbum em 1998, no aniversário de 40 anos do movimento que pegou como coqueluche na juventude de então e revelou cantores e compositores que ainda são os ídolos do nosso país. “Somos filhos da bossa. Aliás, o Marcio Menescal é, literalmente, filho da nossa de Roberto Menescal”, exulta e diverte-se Alex Moreira, tecladista do trio original, que vira facilmente um sexteto com o reforço de Cris Delanno nos vocais, Flávio Mendes na guitarra e Dado Brother na percussão. 

“O Beco é um lugar com uma aura maravilhosa. Sempre que vou ali me sinto feliz e terei uma alegria a mais no dia 29, quando vamos fechar o ano e receber uma homenagem desse tamanho naquele palco antológico. Para o BossaCucaNova, este show, o nosso segundo na casa, significa um reconhecimento de que nós também fazemos parte dessa história linda que une Marcos Valle, Elis Regina, Wilson Simonal, João Donato, Nara Leão, Roberto Menescal e muitos outros, que criaram a base da MPB que tanto admiramos e já foram homenageados no Troféu Beco das Garrafas”, completa Alex. 

Ao todo, 20 artistas que escreveram a história da bossa nova foram homenageados ao longo de 2016 com essa série de shows em Copacabana, batizada Troféu Beco das Garrafas e patrocinada pela Prefeitura do Rio através da Secretaria Municipal de Cultura, com apoio do Instituto João Donato. Que venham muitos outros projetos! 

BossaCucaNova é o homenageado no último Troféu Beco das Garrafas

QUANDO: 29 de dezembro, quinta, às 21h. A casa abre às 19h

ONDE: Beco das Garrafas – Rua Duvivier, 37, em Copacabana

QUANTO: R$ 40 (inteira), com meia entrada (R$ 20) para estudantes e maiores de 65 anos