‘Ciclo Ato Criador’ encerra ano com debate com o ex-presidente do Ipea Jessé Souza

O Ciclo Ato Criador encerra a comemoração pelos seus 10 anos de atividades esta semana com dois eventos. Na terça-feira, dia 13/12, o professor e pesquisador brasileiro Jessé Souza, que foi presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no governo Dilma Rousseff, participa da mesa 'Que novos atores políticos? para falar das transformações econômicas e políticas pelas quais passam o Brasil e o mundo. Ele estará, no CBAE / UFRJ, às 18h30, ao lado da filósofa e escritora Marcia Tiburi e de André Lázaro, professor associado da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, pesquisador da Faculdade Latino americana de ciências sociais e Diretor da Fundação Santillana.

Para encerrar a edição 2016 do evento, artistas de diferentes áreas vão se apresentar na Mostra Outros Possíveis, na quinta-feira, dia 15/12, em diferentes espaços do Oi Futuro Flamengo. O mote da mostra é compartilhar diferentes formas de ação, de atitude, de experimentação, de se relacionar e de se viver em sociedade no século 21. Mais do que propostas acabadas que resultem em bons espetáculos, interessa interagir com o seu estado de arte e vida em processo, assim como as inquietações e provocações que movem os artistas de forma individual e/ou coletiva. A ideia é experimentar, testar, ousar, refletir e compartilhar na busca de possíveis transformações – sejam elas estéticas, éticas, políticas, sociais, ambientais, educacionais, comunicacionais, econômicas, artísticas ou culturais.

O evento é realizado desde 2006 no Oi Futuro, com patrocínio da Oi, da Petrobras, do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, sob a curadoria e supervisão da atriz, jornalista e gestora cultural Ana Lúcia Pardo. Neste ano, a série também recebe o apoio do Consulado da França no Rio de Janeiro. Todas as atividades são gratuitas. 

Sobre o Ciclo Ato Criador

Há uma década, a atriz e produtora Ana Lúcia Pardo reúne grandes personalidades da cultura, da economia, da política, da comunicação, do meio ambiente e de outros saberes na busca por uma reflexão interdisciplinar do mundo em que vivemos. Criada em 2006 com o título de "A Teatralidade do humano", essa série completa 10 anos com o Ciclo Ato Criador – Outros Possíveis, que tem o objetivo principal de instigar o pensamento e mostrar a capacidade humana de se reinventar. Este ano, a ideia é focar ainda mais nessa necessidade de transformação, com mesas-redondas, palestras, oficinas e debates guiados pelo tema ‘Outros Possíveis’. O objetivo é apontar a emergência de novas ideias, concepções e alternativas que exigirá um processo de transformação do mundo. 

“Acredito que a questão central que nos atravessa atualmente é que vivemos em um mundo em convulsão, diante do esgotamento de um modelo de desenvolvimento que está aniquilando o planeta e todos os seres vivos”, analisa Ana Lúcia Pardo. “Como se o mundo criado por nós mesmos, os humanos, se deparasse na nossa frente a nos indagar: ‘É isso mesmo que vocês queriam para vocês?’ Como se todas as estruturas criadas estivessem ruindo ao mesmo tempo, deixando à mostra todas as suas fragilidades e imperfeições, um esgotamento do possível."

Para a gestora cultural, diante desse quadro problemático, somos obrigados a rever nosso sistema de vivência no planeta, de relações interpessoais, de questões ambientais, culturais, artísticas, políticas, econômicas... “É justamente do impossível que precisamos criar os possíveis. Em minha opinião, essa revisão geral vai implicar em uma mudança radical de comportamento individual e coletivo. E quem são os atores e autores desse processo senão nós mesmos?”, questiona.

O Ciclo Ato Criador teve sua primeira edição em 2006/2007 com o painel “A Teatralidade do Humano”. A segunda edição foi realizada em 2010, com o Ciclo “A Teatralidade do Humano II – Subjetividades e Políticas da Cena e do Mundo”. A terceira edição, que ganhou o nome de “Ciclo Inter-Agir – na rua, na rede, na cena contemporânea”, foi realizada em 2012. No ano seguinte, em 2013, a quarta edição apresentou o Ciclo “Espaços de Reencantamento, Afetos e Utopias de Um Novo Mundo”. A quinta edição se desenrolou durante o ano de 2015, e recebeu o título de Ciclo “Ato Criador”, com a realização, de 21 atividades de abril a novembro, sendo 19 encontros em forma de palestras e debates além de apresentações e intervenções artísticas de coletivos e grupos. Participaram convidados nacionais e internacionais de diversos países. 

Toda a programação é gratuita, com retirada de senhas uma hora antes do evento. 

Programação: 

Dia 13/12 – Terça-feira, 18h30. CBAE / UFRJ. 

Mesa Que novos atores políticos?

O mundo moderno, em todo lugar, passa por transformações fundamentais. O debate vai se concentrar em demonstrar a luta de classes que terminou no golpe jurídico-midiático de 2016 e a importância do Brasil como peça do quebra-cabeça que está sendo montado pela atual elite econômica mundial em todos os lugares.

André Lázaro 

Professor associado da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, pesquisador da Faculdade Latino americana de ciências sociais, Diretor da Fundação Santillana. No período de 2004 a 2011 atuou no MEC, tendo sido diretor e Secretário da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD).

Jessé Souza

Professor e pesquisador brasileiro. Formado em Direito, é Mestre e Doutor em Sociologia (Universidade de Brasília, 1986, e Karl Ruprecht Universität Heidelberg, Alemanha, 1991), com pós doutorado em filosofia e psicanálise (New School for Social Research de Nova Iorque, EUA, 1995) e livre docência em sociologia (Universität Flensburg, Alemanha, 2006). Autor e organizador de 25 livros e diversos artigos sobre teoria social, pensamento social brasileiro e estudos teórico/empíricos sobre desigualdade e classes sociais no Brasil. É Professor titular de ciência política da UFF. Foi presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no governo Dilma Rousseff.  

Marcia Tiburi

Marcia Tiburi é graduada em filosofia e artes e mestre e doutora em filosofia. Ensaísta e romancista, publicou diversos livro, entre eles "Como Conversar com um fascista – Reflexões sobre o Cotidiano Autoritário Brasileiro (Record, 2015)” e “Uma fuga perfeita é sem volta (2016)”. É Professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e colunista da revista Cult. 

Dia 15/12, Quinta-feira, 14h. Teatro Oi Futuro Flamengo

Mostra Outros Possíveis 

Mostra com 12 artistas, arteiros, grupos ou coletivos selecionados para apresentar as outras possibilidades que estão surgindo nessa sociedade, mas que já tratam das novas relações amorosas, emocionais, estéticas e criativas. 

Serviço:

Mesa Que novos atores políticos? : Dia 13/12 – Terça-feira, 18h30. CBAE / UFRJ – Avenida Rui Barbosa, 762 – Flamengo. Telefone: (21) 2552-1195

Mostra Outros Possíveis: Dia 15/12 – Quinta-feira, às 14h. Oi Futuro Flamengo – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo. Telefone: (21) 3131-3060.