Amanda Seiler inaugura mostra individual no Centro Cultural da Justiça Federal

Com título romântico de "A Sereia e o Sapo", a primeira exposição individual de Amanda Seiler reuniu um acervo fotomontagens em telas que abrigam uma fusão de imagens trabalhadas em computação gráfica, com elementos que remetem a fabulas infantis e são reaplicados sobre chassis. 

A curadoria de Marco Antonio Teobaldo apresenta ainda uma instalação idealizada pela artista onde a sobreposição de elementos gráficos em tecido ganha vida com trilha sonora e movimento forjados e instalados na Galeria Cela. Talento reconhecido, Amanda, que é filha da curadora de arte Evangelina Seiler, alça voo, sendo saudada por amigos da vida toda, como Helena Barreto, Francisca Portinari, Diego Paiva, Monica Pereira e Vitor Brasil. 

Lilibeth Monteiro de Carvalho, Jimmy Bastian Pinto e Christina Autran Garcia também prestigiaram o trabalho exposto, neste quinta dia 24, no Centro Cultural da Justiça Federal, além do clã Seiler em parte, como Teddy Seiler e Teresa Grabowsky, Bia Joseph e Yvonne Seiler.