Zé Katimba será homenageado em reduto afro de Niterói

Terceira edição da festa acontece no dia 08 de outubro, a partir das 12h

O sucesso das primeiras edições do BAOBAB Reduto Afro Cultural de Niterói mostra que a iniciativa pioneira na cidade sorriso, vem ganhando cada vez mais força junto aos afroempreendedores, artistas, visitantes de todas as partes da cidade e todos os envolvidos nos movimentos em defesa da arte e da cultura negra. 

Nessa terceira edição chega com força total, no dia 08 de outubro, a partir das 12h, na rua Visconde de Sepetiba, esquina com Marechal Deodoro, com grandes homenageados e um carinho especial ao Dia da Criança. Para os pequenos, a terceira edição contará com Casinha da Lili, espaço destinado à venda de brinquedos artesanais, guloseimas e também vai rolar muita contação de histórias.

Como já é tradição, em cada edição homenageamos uma personalidade negra, representando o samba e suas raízes o grande compositor Zé Katimba,  também será homenageado pelo reduto afro.  Único fundador vivo da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense, Zé Katimba é um dos grandes baluartes do carnaval carioca. O  sucesso na Imperatriz lhe abriu portas no mundo da MPB,  o que fez ele ser  cortejado por compositores do gabarito de Martinho da Vila, João Nogueira e Jorge Aragão. 

As homenagens continuam. Como outubro é o mês da criança, o BAOBAB irá homenagear dos pequenos e talentosos artistas: o ator mirim da TV GLOBO, JP Rufino, que brilhou como o Pirulito, na novela Êta mundo bom e que, apesar da pouca idade, já tem plena consciência da importância de iniciativas como o BAOBAB.

Outro homenageado é o talentoso músico Guilherme Kauã.  Xodó do carro de som da Unidos do Viradouro, Guilherme também leva uma vida corrida. O jovem se destaca por ter um futuro promissor no Carnaval .Ele também divide seu tempo entre a escola, os diversos cursos que participa, como as aulas de violino na escola de Música Villa Lobos, entre outras atividades ligadas a música e ao samba.

Um dos maiores sucessos do reduto, o restaurante a céu aberto contará com um cardápio diversificado, para agradar  todos os gostos e paladares, desde acarajé, vatapá, caruru, bobó, feijão tropeiro, caldos, churrasco, feijoada, Salada Mix, entre muitos doces variados.

A literatura  também terá espaço na terceira edição.  A  cantora e escritora Maíra Santafé, irá lançar o  livro – “Entre Acordos e Acordes”, da É Chiavo Editora, mas a dança não ficará de fora. Vai rolar uma apresentação do Grupo Baobab Mirim, com muita dança afro e a batida do Olodumaré, que não vai deixar ninguém parado. Fechando com chave de ouro a terceira edição, os charmeiros de plantão vão poder se deliciar com muita Black Music, flashback e música preta para dançar.