MinC vai criar biblioteca temática multimídia para Jogos Olímpicos

Um grande espaço de convivência com recursos multimídia para apresentar a diversidade da cultura brasileira será montado na Fundição Progresso, na Lapa, no Rio de Janeiro, entre junho e setembro. Como parte da programação cultural dos Jogos Olímpicos (5 a 21 de agosto) e Paralímpicos (7 a 18 setembro), a biblioteca temática multimídia será criada no local, sob a orientação da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura. 

A ideia é fazer dessa biblioteca um espaço para diversas atividades culturais e de promoção de leitura nos mais diversos suportes. Serão realizadas exposições, mostra audiovisual, seminários, shows e, diariamente, serão oferecidas diversas oficinas. "Pretendemos, nesse espaço, mostrar a diversidade da cultura brasileira", afirmou a coordenadora-geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas do Ministério da Cultura, Veridiana Negrini.

"Pretendemos que a Biblioteca Temática seja um espaço público de encontro para os cidadãos, no qual a diversidade dos países participantes seja reconhecida e aceita como caminho para uma melhor convivência", explicou Veridiana Negrini. "Visamos assegurar o livre acesso à informação, leitura, conhecimento, pensamento e fruição da cultura para contribuir para a consolidação de uma sociedade com espírito democrático e participativo, cuja diversidade cultura seja respeitada e valorizada", disse.

Com relação às obras, a meta é disponibilizar para o público para consulta in loco, sem empréstimo, um acervo de cerca 10 mil obras - das quais três mil deverão ser compradas pelo Governo Federal. O restante será obtido por meio de doações e parcerias.  A Fundação Biblioteca Nacional irá oferecer obras nacionais traduzidas para outros idiomas (para atender o público estrangeiro) e acervo digital para consulta.

A composição do acervo da biblioteca contará com uma coleção temática com o foco nos seguintes temas, entre outros: cultura brasileira; história dos Jogos Olímpicos; esportes; biografia de atletas; literatura e esportes; Brasil; Rio de Janeiro; história dos países participantes.

Para selecionar o que será adquirido, foi instituída uma Comissão de Seleção de Acervo, coordenada pelo diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do MinC, Volnei Canônica, e composto por mais 20 integrantes, entre representantes do Poder Público e da sociedade civil.

Ao final do projeto no Rio, o acervo será enviado para Brasília e doado para a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles, atualmente fechada para reforma e que deverá ser reaberta no segundo semestre deste ano.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais