Chris Dortas canta “clássicos de protesto” em show na Lapa

Em meio à atual ebulição na política brasileira, o cantor e compositor Chris Dortas, dono do hit “Em meio a tudo”, que fez parte da trilha sonora da novela Alto Astral, da TV Globo, realiza no dia 16 de abril - fim de semana em que deverá ser votado o impeachment -, um show com a banda Perdidos na Selva, em tom de protesto, com vários sucessos que marcaram intensamente a música popular brasileira e que ainda têm muito a dizer sobre o país.

Mas o clima não será de melancolia. Uma setlist para pensar, cantar e dançar embala a noite. O repertório começa com “Ecoando”, do próprio Chris, e passa por clássicos como ‘Até quando esperar’, da Plebe Rude, ‘Que país é esse’, da Legião Urbana, ‘Bichos Escrotos’, do emblemático álbum do Titãs “Cabeça Dinossauro”, de 1986, e ‘Brasil’ (do álbum “Ideologia”, de 1988), canção que parece ter sido lançada ontem por Cazuza, que faria aniversário esse mês. “Boa parte dessas músicas retratam um período de grande incerteza no Brasil, principalmente entre a juventude, mas permanecem atuais e precisam ser relembradas”, destaca Dortas.    

"O intuito é que façamos uma reflexão sobre a situação atual da política brasileira para termos noção de que somos responsáveis também por momentos como este. É tempo de pensar, refletir e decidir com mais responsabilidade e sabedoria sobre como agimos e como votamos. E é preciso cobrar mais transparência, honestidade e justiça de nossos governantes em todas as esferas que atuam", define.

O show acontece no Leviano Bar, na Lapa (RJ). Na ocasião, ele canta, além do bloco especial, músicas do seu último trabalho, o álbum “Ecoando”, e hits de outros artistas consagrados.

A casa abre às 20h. Quem chegar até às 22h paga R$ 20 pelo ingresso. Após esse horário, o preço será de R$ 30. Chris Dortas se apresenta a partir de meia-noite.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais