MFW 2016 encerra com tendências para um homem caseiro

Pijamas, pantufas e moletons se destacaram nas passarelas

Pijamas, roupões de banho, pantufas, moletons e mantas parecidas com cobertores: essas vestimentas e acessórios usados em casa são alguns dos elementos que agora se tornaram tendência para a moda masculina do outono/inverno de 2016/2017 e que foram mostrados nas passarelas da Milano Moda Uomo, que teve fim nesta terça-feira (19).

Os desfiles da Milan Fashion Week for Men, outro nome dado à Semana de Moda Masculina de Milão, fizeram de um homem caseiro e doméstico o ideal do guarda-roupa do evento, que também foi influenciado por uma tendência "genderless" e "dandy".

Com estampas ou bordados, liso ou amassado, de seda ou de flanela, o pijama foi visto em várias coleções, muitas vezes acoplado a um sobretudo de lã ou de veludo e sempre com um cinto acompanhado.

A tendência caseira, com as pantufas e "mantas-cobertores", é mais elegante que relaxada e é destinada a homens vaidosos, que não têm medo de aparecer e de se arrumar. Foi para eles que foram pensados os bordados que alegram suéteres, casacos, jeans e jaquetas.

Nas passarelas, pôde ser visto uma nova "trend" maximalista exprimida em padrões jacqard e brocado, em tecidos de estofados e peles, em pregas e babados; tudo isso em uma mistura de masculino e feminino.

Os novos looks dificilmente entrarão para os guarda-roupas masculinos da maneira como foram apresentados, mas ditarão seus estilos no próximo outono e inverno. Nem todos terão coragem de colocar pantufas de pele e caminhar com elas pela rua, mas talvez conseguirão usar um tênis do mesmo material.

O mesmo pode se dizer sobre os suéteres com bordados tridimensionais, mas é fácil imaginar que jaquetas com alguma pequena decoração possam se tornar o novo must.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais