Bowie foi cremado sem a presença da família, diz jornal

O corpo do "Camaleão do Rock", David Bowie, morto no começo da semana em decorrência de um câncer, pode ter sido cremado em Nova York, especula a mídia britânica.  

Antes de morrer, ele teria requisitado a chamada "cremação direta", o que, segundo a definição do Departamento de Saúde da cidade norte-americana, acontece "sem cerimônia e sem a presença de parentes". O serviço é o mais barato do catálogo e as cinzas são devolvidas aos familiares pouco tempo depois.    

De acordo com fontes citadas pelo jornal Daily Mirror, o astro do rock teria sido cremado logo após sua morte, na madrugada do último domingo (10). Bowie era conhecido pela discrição em sua vida pessoal nos últimos anos, que passou em Nova York.

Morte 

O astro do rock faleceu em decorrência de um câncer, poucos dias após lançar seu último trabalho, o álbum "Black Star", na mesma data em que completou 69 anos. O britânico morreu "em paz rodeado por familiares", como informaram representantes do cantor. Em 31 de março, a casa de shows Carnegie Hall, uma das mais famosas do mundo, irá realizar uma apresentação em tributo ao "Camaleão".

* Da 'Ansa'

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais