Exposição sobre empoderamento feminino homenageia 23 mulheres latinas

A mostra será aberta à visitação a partir do dia 16 de dezembro, na Sala Djanira

Levar uma nova percepção visual e conceitual e evidenciar a força feminina é a proposta de “Latinas”. A exposição traz o foco para o empoderamento da mulher e homenageia 23 artistas latinas, entre elas Cora Coralina, Eva Perón, Zuzu Angel, Carmem Miranda e Frida Khalo. A visitação será aberta ao público e irá do dia 16 de dezembro até 15 de janeiro de 2016. A entrada é gratuita.

A mostra reúne fotografias, pinturas, arte digital e instalações em projeção. Os trabalhos são elaborados pelo grupo Feminino na Arte, formado por 18 artistas, em sua maioria com formação em artes visuais na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EBA-UFRJ). A curadoria é de Karenina Marzulo, autora de uma das obras que serão expostas.

Entre os trabalhos que compõem “Latinas” está “LAS 17”, de Mariana Rocha. Um total de 10 imagens aborda um episódio ocorrido em El Salvador, entre os anos de 1999 e 2007, no qual 17 mulheres foram condenadas a 40 anos de prisão por realizarem abortos induzidos ou por sofrerem abortos espontâneos.

Feminino na Arte

O grupo é composto por Bruna Azevêdo, Karenina Marzulo, Bruna Fantappie, Camile Sproesser, Carmen Castro, Clara Vazelesk, Claudia Lyrio, Coletivo Varanda (formado por Isabela Espíndola e Marina Avila), Josífera Ilha, Lua Barbosa, Maíra Coelho, Mariana Rocha, Marina Pastorino, Patrícia Galvão, Marina Pastorino, Regina Guimmaraes, Samara Viana e Thaieny Dias. 

As artistas foram escolhidas por meio de um processo seletivo de análise de portfólio e por aceitarem o desafio de buscar ícones latinas e desdobrá-las. Como os trabalhos desenvolvidos giram em torno de questões sobre o universo feminino e a luta da mulher, foi levado em conta ter afinidade com o tema da mulher.