Projeto Dulcina em Foco apresenta 'Infância, Tiros e Plumas', de Jô Bilac

Espetáculo, o quarto da Cia OmondÉ, estreia nesta quinta (30)

Quarto espetáculo da Cia OmondÉ, 'Infância, Tiros e Plumas' estreia nesta quinta (30) no Teatro Dulcina, para série de quatro apresentações.

Neste trabalho, o elenco da Cia OmondÉ (Débora Lamm, Leonardo Brício,  Carolina Pismel, Júnior Dantas, Juliane Bodini, Zé Wendell, Luís Antônio Fortes, Jefferson Schroeder e Iano Salomão - Stand-in Karina Ramil ) interpreta seus personagens em três histórias, separadas por tempos distintos, mas encenadas simultaneamente.

Essas histórias se passam em três vôos diferentes de um mesmo avião, gerando uma série de incidentes tragicômicos envolvendo crianças.

O ponto de partida para o espetáculo foi um laboratório de 10 meses de treinamento e pesquisa, onde foram gerados jogos, estudos e composições. Um projeto distinto quanto ao seu formato e percurso de pesquisa da Cia, pois a partir da colaboração dos atores para a escaleta e sinopse de Jô Bilac, vai se formando o texto final, culminando na encenação de Inez Viana.

A OmondÉ

A Cia OmondÉ surgiu, no final do ano de 2009, da vontade da diretora e atriz Inez Viana em formar um grupo com atores vindo de várias partes do Brasil, para o aprofundamento de uma pesquisa cênica, onde a diversidade, brasilidade e o diálogo com a cena mundial contemporânea (tendo como grande mentor o diretor inglês Peter Brook), fossem concomitantemente estudados. Trata-se de uma busca aos signos do teatro, infinitos se pensarmos na precisão de um gesto ou na magia do aparecimento de um objeto em cena, levando o espectador a ser cúmplice e não passivo, co-autor e não somente voyer do espetáculo. Atualmente, a CIA é formada por dois mineiros, um potiguar, um paraibano, um paranaense e cinco cariocas.

Jô Bilac

O dramaturgo Jô Bilac iniciou a carreira como ator, em 2006. Mas foi como autor que ele se consagrou com as peças: 'Beije minha Lápide', 'Conselho de Classe', 'Fluxorama', 'Os Mamutes', 'Petit Monstre', 'Caixa de Areia', 'Cucaracha', 'Você Precisa Saber de Mim', 'O Gato Branco', 'Matador de Santas', 'Savana Glacial', 'Rebu', 'Limpe todo sangue antes que manche o carpete', '2 p/ viagem', 'Cachorro!', 'Desesperadas'. Atualmente concorre ao Prêmio APTR 2015 por 'Beije minha Lápide'.

Ficha Técnica

Texto: Jô Bilac

Direção: Inez Viana

Direção de Produção: Cláudia Marques - Fábrica de Eventos 

Elenco Cia  OmondÉ: Débora  Lamm, Leonardo Bricio,  Iano Salomão, Jefferson Schroeder, Juliane Bodini, Júnior Dantas, Carolina Pismel, Luís Antônio Fortes e Zé Wendell.  Stand-in: Karina Ramil 

Iluminação: Ana Luzia de Simoni e Renato Machado

Cenário: Mina Quental

Figurino: Flavio Souza

Direção Musical: Marcelo Alonso Neves

Direção de Movimento: Dani Amorim

Programação Visual: Felipe Braga

Produção Executiva: Rafael Faustini e Jéssica Santiago

Realização: Fábrica de Eventos e Cia OmondÉ

Serviço: Dulcina em Foco - Infância, Tiros e Plumas, de Jô Bilac

Data: 30 e 31 de julho/ 01 e 02 de agosto, as 19h

Local: Teatro Dulcina - Rua Alcindo Guanabara, 17 - Cinelândia

Ingresso: R$20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Classificação: 14 anos

Telefone: 21. 2240-4879