Comediante Bill Cosby relata casos de assédio a mulheres

O comediante norte-americano Bill Cosby descreveu com detalhes como assediou e drogou mulheres com quem teve relações sexuais, de acordo com trechos de um depoimento à polícia obtidos com exclusividade pelo jornal "The New York Times".

Ele disse ter feito sexo com pelo menos cinco mulheres e que tentou esconder os casos de sua esposa. O comediante, porém, negou que seja um "predador" sexual que teria agredido as parceiras.

O depoimento foi dado há 10 anos, em um hotel na Filadélfia, e durou quatro dias. Na época, o comediante se defendia de um processo movido por uma jovem que o acusou de drogá-la e de violentá-la.

No relato, Cosby contou que seduzia as mulheres e fingia ter interesse nos problemas pessoais delas. Ele afirmou que o consumo de drogas - calmantes do tipo quaaludes - e o sexo eram consensuais. Aos 78 anos de idade, o comediante foi acusado em novembro por 30 mulheres de agressão sexual, estupro e uso forçado de drogas. Entre as vítimas, estariam inclusive menores de idade.