Projeto resgata história da Região Portuária e homenageia André Rebouças

Programação inclui exposição, palestra, peça teatral,apresentações musicais, entre outros

Nesta quarta-feira, dia 1º de outubro, acontece a abertura do projeto que revela um pouco da história do Rio de Janeiro: a chamada Pedra Fundamental das Docas Dom Pedro II. A história desse espaço será revivida através do projeto “Docas Dom Pedro II, um patrimônio da região portuária a revelar”, que ocorrerá entre os dias 01, 02 e 03 de outubro no Galpão do Centro Cultural Ação da Cidadania, na Avenida Barão de Tefé, 75, no Centro da Cidade. A programação gratuita trará ao público um amplo e rico leque de conteúdo histórico ilustrado com diversas manifestações artísticas.

Além disso, o evento contará com a exposição sobre o prédio das Docas e uma palestra com Nei Lopes com a temática “Os Negros da Saúde, Religião e Samba” e a peça “O Cheiro de Feijoada”, texto de Thomas Back com a atriz Iléa Ferraz. No dia seguinte, 02 de outubro, é dia de palestra com Carlos Eugênio Libano, abordando “Do Cais do Valongo às Docas Dom Pedro II”. Além disso, nesse dia haverá a exibição do documentário Cais do Valongo Sangra da Terra, de Wavá de Carvalho, e uma apresentação musical de chorinho e roda de samba com o grupo AMC. A palestra “Reformas Urbanas no Rio de Janeiro e a Zona Portuária” por Edmilson Martins Rodrigues acontece no dia 03 de outubro, último dia do projeto. José Miguel Trindade também oferecerá uma palestra nesse dia, com o tema “André Rebouças, uma pesquisa teatral”. Encerrando a programação, a exibição do documentário “Um filme de dança”, de Carmen Luz, e uma apresentação da Companhia Aérea de Dança.

 Por meio de manifestações teatrais e musicais, palestras e uma exposição, a intenção do projeto é contar uma história. “Buscamos reviver uma parte significativa da trajetória de vida do engenheiro negro e abolicionista André Rebouças, nesse momento em que a Zona Portuária está sendo revitalizada, resgatando as memórias de uma região que esteve, por muito tempo, abandonada e esquecida”, afirma Afonnso Drumond, diretor de produção do Centro Cultural Ação da Cidadania.

 CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

01 DE OUTUBRO DE 2014 – QUARTA FEIRA

18h – Abertura da exposição sobre o prédio das Docas Dom Pedro II

19h – Palestra de Nei Lopes: Os negros da Saúde, religião e samba

19h45 – O Cheiro de Feijoada, texto de Thomas Back com a atriz Iléa Ferraz

 02 DE OUTUBRO DE 2014 – QUINTA FEIRA

10h às 18h – Visitação à exposição

19h – Palestra de Carlos Eugênio Líbano Soares: Do Cais do Valongo às Docas Dom Pedro II

19h45 – Exibição do documentário Cais do Valongo Sangra da Terra, de Wavá de Carvalho

21h – Apresentação musical de chorinho e roda de samba com o grupo AMC

 03 DE OUTUBRO DE 2014 – SEXTA FEIRA

10h às 18h – Visitação à exposição

19h – Palestra de Edmilson Martins Rodrigues : Reformas Urbanas no Rio de Janeiro e a Zona Portuária

19h30 - Palestra de José Miguel Trindade:  André Rebouças, uma pesquisa teatral

20h – Exibição do documentário: Um filme de dança, de Carmen Luz

21h – Apresentação da Companhia Aérea de Dança

OBSERVAÇÃO: Haverá visitas guiadas de escolas da região à exposição, nos turnos da manhã e da tarde.

 Classificação etária: 12 anos | Capacidade do local - 1.000 lugares

Centro Cultural Ação da Cidadania: Av. Barão de Tefé, 75 - Centro (prox. Praça Mauá e do Hospital dos Servidores)

Mais informações: 21 2233-7460