Diretor italiano luta por reabertura de cinema histórico

O ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro deste ano, o diretor italiano Paolo Sorrentino, disse que se o histórico cinema America, localizado em Roma, não for reaberto, ele irá renunciar à cidadania honorária da cidade.    

A declaração foi feita em entrevista a uma rádio local junto ao líder da ocupação da sala de cinema, Valerio Carocci.    

Um grupo de jovens ocupou o local após o anúncio de despejo divulgado pelo dono do espaço onde o cinema se localiza.    Movimento contra o fechamento do estabelecimento está sendo apoiado por diversos artistas locais, entre eles o diretor Ettore Scola.