Corpo de Claudio Cavalcanti é velado no Rio

O corpo de Cláudio Cavalcanti foi velado nesta terça-feira (1º), no Cemitério Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro. O ator e secretário municipal de Defesa dos Animais morreu nesse domingo (29), aos 73 anos, por complicações cardíacas. Uma fã de Cavalcanti levou o galo Paquito Fred à cerimônia.

Eduardo Paes, prefeito da cidade do Rio de Janeiro, esteve presente no velório e cumprimentou a viúva, a atriz Maria Lúcia. A cerimônia de cremação está marcada para as 13h.  

Claudio estava internado no hospital Pró-Cardíaco desde o dia 16 deste mês. O ator deu entrada na instituição para uma cirurgia na coluna cervical, mas teve complicações cardíacas.

Nascido Cláudio Murillo Cavalcanti no dia 24 de fevereiro de 1940, teve carreira como ator, diretor de TV, produtor teatral escritor, tradutor, cantor, dublador e radialista. Nos últimos anos desenvolveu uma empreitada maior na política, principalmente em defesa dos animais.

Na TV, seu papel mais recente era de Otávio, na série Sessão de Terapia, do canal pago GNT, que ainda estreará no dia 7/10, além de papéis em novelas do SBT (Amor e Revolução - 2011) e Record (Roda da Vida - 2001). Na Globo, esteve nas novelas Irmãos Coragem (Jerônimo Coragem), Mulheres de Areia, Explode Coração, Rainha da Sucata, A Viagem (Dr. Alberto) e Roque Santeiro (Padre Albano).