Queens of the Stone Age conquista com clássicos no Lolla

Independente da banda, um clássico musical só pode ter seu poder notado com a reação do público. E foi a gritaria e o pandemônio em frente ao palco cidade Jardim, neste sábado (30), que mostrou a energia quase radioativa das músicas que o Queens of The Stone Age abriu seu show no Lollapalooza, em São Paulo.

The Lost Art of Keeping a Secret foi a primeira que aqueceu a plateia, seguida por No One Knows, que botou o público para pular. Já no meio da execução da música os presentes já estavam entregues, cantando até entre o famoso riff de baixo. First of Giveth veio sem nenhuma palavra do líder Josh Home, que só abriu a boca no fim dela.

“É um prazer estar aqui, bebendo, curtindo, dançando e transando. Isso é o suficiente para deixar a cabeça doente”, disse ao introduzir Sick, Sick, Sick, a mais pesada e empolgante até o momento. 

Conhecido por bateristas extremamente técnicos que já passou pela banda – como Dave Grohl e Joey Castillo – o Queens apresenta no Lollapalooza o seu novo homens das baquetas: Jon Theodore. Antigo baterista do The Mars Volta, Theodore conduz com eficiência todo o peso e distorções de Homme, do guitarrista Troy Van Leeuwen, do baixista Michael Shuman  e do tecladista Dean Fertita.