'BBB13': com 79% dos votos, Aslan é terceiro eliminado

Pedro Bial preparou um discurso focado na arte para anunciar a saída do artista plástico Aslan, que disputou com Marcello o terceiro Paredão do Big Brother Brasil 13, nesta terça-feira (29). O pernambucano foi eliminado com 79% dos votos, maior índice de rejeição até o momento - Aline deixou o programa com 77%, enquanto Dhomini com 54%. O apresentador definiu os participantes como “artistas acidentais”. “Isso aí dentro é o palco do não ator”, filosofou ele.

Os colegas de confinamento não disfarçaram o choque com a decisão do público e permaneceram estáticos enquanto Aslan se despedia de todos. Marien, Natália e Kamilla foram as que mais se emocionaram com a saída do brother. “Não fica assim, não”, disse o artista a Anamara, que pareceu estar arrependida por tê-lo indicado para o Paredão. Antes de atravessar a porta, o pernambucano ainda recebeu presentes dos colegas e evocou um abraço coletivo.

Já no palco com Bial, Aslan comentou sobre sua participação no reality show: “é um caminho sem volta. Depois que você entra ali, muitas coisas mudam. Mas eu continuo muito agarrado ao poder da arte e do amor”, finalizou o pernambucano.

Problemas emocionais

Amigas de longa data de Fani, Anamara e Natália já haviam reclamado que a apresentadora está com um constante mau humor no confinamento. Tanto que, na sessão de cinema da noite de segunda-feira (28), a fluminense acabou perdendo o controle e se irritou muito após uma brincadeira de Yuri, que a carregou no colo. “Você está ficando pu** com qualquer coisa”, criticou Anamara. “Você não tem espírito esportivo, não fala ‘não’ desse jeito”, completou a baiana.

Fani se defendeu afirmando que, fora da casa, ela toma remédios para controlar seu emocional, mas que não pôde trazê-los para o confinamento. “Você está com o pavio muito curto”, opinou Natália. Neste momento, a fluminense caiu no choro, muito sentida. “Se estou desequilibrada assim, isso só vai me ferrar no jogo”, desabafou. “Era meu sonho voltar pra cá, não quero estragar tudo porque estou sem esse remédio”, disse ela, entre soluços.

“Só você vai conseguir ter esse autocontrole”, aconselhou Yuri, enquanto consolava a amiga. “O que esse programa mais mostra é que a gente é ser humano”, completou o lutador.

Durante o programa desta terça, Bial perguntou se Fani estava melhor e se havia conversado com a psicóloga. "Ah, melhorei Bial. Obrigada. Você viu? Conversei com a psicóloga e foi muito bom, eu estava precisando mesmo. Esse lugar deixa a gente meio doido. Estou bem mais calma, mais centrada", garantiu a sister.

Poder do Não

Marien recebeu o Poder do Não na segunda-feira (28), quando Eliéser a escolheu após um jogo. A mineira, no entanto, não gostou de ter que assumir a função de vetar pessoas para a Prova do Líder. Nesta terça-feira (29), ela chorou e se manteve isolada durante o dia todo. A bailarina chegou a conversar com um psicólogo no confessionário e recebeu a autorização de pedir um cigarro à outra equipe, já que ela não tinha estalecas suficientes para comprar o seu próprio maço na segunda.

Incomodada com a pressão, a sister conversou com vários colegas de confinamento e recebeu muitas opiniões e conselhos. Em um papo com Eliéser, ela desabafou: “você me colocou dentro do jogo, foi isso que aconteceu”. “Acho que você é ameaçada pelas mesmas pessoas que eu”, justificou o paranaense. “Tenta enxergar quem pode ser uma ameaça pra você e tira da prova. É melhor você vetar alguém do que ser vetada”, finalizou ele.