Rocinha recebe mostra de cinema

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro  apresenta até sábado (26) a mostra Verão de Cinema, na comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio. De acordo com a Superintendência de Territórios do órgão, a Rocinha é a primeira comunidade carioca a receber uma mostra de cinema, na qual serão exibidos 21 filmes nacionais, com a presença de produtores e diretores.

Após a exibição, será proposta a discussão do tema do filme com o objetivo de promover o diálogo e socialização entre os moradores. Os temas são variados, como gênero e diversidade sexual, igualdade racial e etnia e realidade social. O evento foi aberto às 18h na Biblioteca Parque da Rocinha.

Segundo o organizador da mostra e assessor-chefe do gabinete da Subsecretaria de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos e Territórios, Miguel Mesquita, os filmes exibidos são relacionados à temática dos direitos humanos, em especial à criança e ao adolescente.

“O nosso objetivo é promover aos moradores acesso à educação, ao entendimento sobre os seus direitos e á socialização no ambiente. Vamos expôr temas de LGBT [lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais], igualdade racial e etnia. Como exemplo, o que foi feito durante o Rio+20 na comunidade, quando junto com os moradores propusemos o diálogo a respeito do planeta e ações no ambiente”, disse Mesquita.

A programação dos filmes - 20 longas-metragens e um curta - é segmentada de acordo com os temas. Hoje, com a classificação é livre e está sendo exibido o filme Copa Vidigal, de Luciano Vidigal (2010). Amanhã (25), a sessão Colônia de Férias começa às 10h30. Entre os filmes selecionados, estão A Grande Viagem, de Caroline Fioratti, e A Terra a Gastar, de Cássia Mary Itamoto (2009), ambos com classificação livre.

Às 16h, o tema é Etnia e Igualdade Racial, com os filmes Kusirawã, de Dominique Tilkin Gallois e Gianni Puzzo (2010) e Entre Vãos, de Luiza Caetano (2010). Às 18h, a sessão de Gênero e Diversidade Sexual, com classificação para maiores de 14 anos, exibirá Doce de Coco, de Allan Deberton (2010) e Barra e Barreiras, Retrato de Kelly Alves, de Ricardo Migliore (2011).

No sábado, último dia da mostra, a sessão começa às 14h, com classificação livre. O tema é Realidade Social, com os filmes Grafiti que Mexe, do Coletivo Grafitti com Pipoca (2011). Às 16h, está programada a sessão Memória e Justiça, apresentando os filmes Sua Majestade, o Delegado, de Clementino Júnior (2007), e para encerrar, o filme Rocinha 77, de Sergio Peo (1977).

A entrada é gratuita. A Biblioteca Parque fica na Estrada da Gávea, 454, na Rocinha, zona sul do Rio. A programação completa está disponível no site da secretaria.