Crítica de teatro: 'Bibi- Histórias e Canções' 

Se estivéssemos na Inglaterra, certamente, Bibi Ferreira já teria recebido da Rainha a mais alta Comenda do Império Britânico, com a designação de “Dame”. Aqui, não temos Rainha, mas a nossa Bibi recebe como título a ovação do público brasileiro, por onde passa com seu Show “Bibi – Histórias e Canções”.

O espetáculo segue celebrando os seus 90 anos e nos presenteia com a volta ao Rio, após temporada de imenso sucesso pelo Brasil e em Portugal.

Grande Dama do Teatro brasileiro, Bibi Ferreira, dona de uma voz impecável, domina o palco com elegância e emociona a plateia numa mistura de delicadeza e forte presença cênica. Nossa Dame intercala histórias de vida e momentos marcantes de sete décadas de carreira, mostrando toda a sua veia dramática com interpretações inesquecíveis, num passeio por vários gêneros e estilos como MPB, fado, tango, música clássica, além de relembrar, para delírio da platéia, o repertório de Piaf.

Os musicais americanos, que ela protagonizou, também fazem parte do Show, como Minha Querida Lady (adaptação de 1962 do musical “My Fair Lady”), Alô Dolly (de 1965, adaptação de “Hello, Dolly”), Gota d’Água (Chico Buarque 1975), Piaf, a vida de uma estrela da canção (1983) e Bibi Ferreira vive Amália Rodrigues (2001), além de números inéditos de Musicais que gostaria de fazer, como “West Side Story”, canções brasileiras de compositores como Chico Buarque, Noel Rosa, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, e brincadeiras com óperas clássicas e autores nacionais.

A direção de João Falcão é marcada pela simplicidade e inteligência, concentrando em Bibi todo o brilho da noite.

Paulo César Medeiros destaca a figura altiva de Bibi com um desenho de Luz digno dos números musicais apresentados, que são acompanhados pela Orquestra de 21 músicos, com regência do Maestro Flávio Mendes.

Não deixem de assistir BIBI, nosso orgulho, patrimônio nacional, que engrandece o nosso país e a profissão de atriz, sendo a própria representante artística da dignidade profissional. É um privilégio ver a nossa Dame Bibi, em cena. E vale um destaque, Bibi estará se apresentando no Lincon Center, em Nova York, em abril deste ano.

 Os arranjos e o repertório do show fazem jus a esse momento único nos palcos cariocas, em cartaz no Teatro Carlos Gomes, às terças e quartas, até o final de fevereiro.   

  

“Bibi - Histórias e Canções” -  * * * * *