Fãs acusam segurança de negociar área VIP em show de Madonna

Enquanto aguardava o início do show de Madonna, neste domingo (2), no Parque dos Atletas, zona oeste do Rio de Janeiro, a designer de moda Lúcia de Carvalho se deparou com uma situação desagradável. Ao menos foi o que ela disse ao Terra cerca de 1h30 antes do horário previsto para a apresentação, parte da MDNA World Tour, que ainda passará por São Paulo e Porto Alegre nos próximos dias. Na pista laranja do espaço, a jovem de 25 anos afirmou ter recebido de um segurança uma proposta para migrar para a área VIP, cujos ingressos tem custo mais de oito vezes maior do que o seu.

"Estávamos eu e umas amigas sentadas em um canto e um segurança nos chamou, dizendo que estava muito cheio aqui e que do outro lado da grade estava vazio. Foi então que ele nos ofereceu para, se quiséssemos, fazermos algum 'esquema'", afirmou, garantindo ter visto o mesmo profissional conversando com outras pessoas, provavelmente oferecendo a elas a mesma prática, proibida em qualquer evento do gênero.

O chefe da equipe de seguranças, Paulo Vieira, no entanto, negou a acusação, explicando que qualquer atitude do tipo é automaticamente respondida com demissão. "Isso não existe. Tudo aqui é filmado o tempo todo", disse.

São dois os preços dos ingressos para o show de Madonna na capital fluminense: pista e área laranja a R$ 200 (R$ 100 a meia-entrada) e pista VIP a R$ 850 (R$ 425 a meia-entrada).

A apresentação deste domingo abre o pequeno giro de quatro datas que a cantora norte-americana faz no Brasil em dezembro. Depois da capital fluminense, ela parte para São Paulo, com shows na terça (4) e quarta-feira (5), no estádio do Morumbi, e, na sequência, para Porto Alegre, onde canta no domingo (9), no estádio Olímpico.

O giro faz parte da turnê do disco MDNA, lançado em março.