De santa a pistoleira, Madonna começa turnê pelo Rio

Fãs acampam há um mês para ver a popstar de perto

Após quatro anos e muita espera pelos fãs, a rainha do pop Madonna volta ao Brasil para quatro shows, de sua MDNA tour. No Rio, ela se apresenta neste domingo (2), no Parque dos Atletas, na Barra. Depois segue para São Paulo, nos dias 4 e 5, no Estádio do Morumbi, e fecha sua passagem pelo país em 9 de dezembro em Porto Alegre, no Estádio Olímpico. Madonna, sempre perfeccionista, se propôs a fazer uma das turnês mais bem produzidas de todos os tempos.

A popstar inicia o show vestida de santa, lamentando seus pecados, enquanto o trio de música basca Kalakan entoa cantos gregorianos. O palco representa uma igreja. Dividido em quatro blocos, em um estilo próprio de performance que ela mesma criou, a apresentação traz a cantora em um quarto de motel, disparando tiros para todos os lados. Ela fazendo acrobacias, veste-se de líder de torcida e de guerreira medieval, se pendura em cordas, volta a sua era sexy e coloca todo mundo para dançar como DJ, ao lado do filho Rocco. Cenas de violência, sangue e teor sexual têm atraído as atenções e dividido as opiniões. Polêmicas que Madonna adora abordar.

Esta excursão começou no dia 31 de maio de 2012 em Tel Aviv, Israel, e terá 88 datas, terminando em Cordoba, na Argentina, dia 22 de dezembro. 79 delas tiveram lotação esgotada. Os números desta superprodução surpreendem: os maiores painéis de LED usados até hoje em apresentações, 700 elementos de figurino e seis trocas de roupa da artista e de seus 24 bailarinos.

Uma das novidades desta turnê é o Golden Triangle, uma área vip dentro do palco. Para ter acesso, é preciso ser sorteado em promoções ou se dar bem em uma gincana, realizada pela produção da artista, algumas horas antes dos portões abrirem. Os ganhadores têm uma visão privilegiada de Madonna, a poucos metros. Ela interage, troca olhares e até toca em alguns presentes neste privilegiado local. Diante da possibilidade de ver a estrela mais perto do que o restante do público, os fãs já estão acampando no local há mais de um mês.

Daivson Santos, estudante de 29 anos, está na porta do Parque dos Atletas há mais de uma semana. “Assim como em 2008 (ano que em Madonna veio com sua Sticky and sweet tour para o Brasil), me programei para poder curtir essa interação entre fãs de diversos estados durante os dias que antecedem o show. Ir ou não ir para o Golden Triangle é questão de sorte. Mas o objetivo é chegar o mais próximo da grade e de certa forma estabelecer uma conexão através da alegria por estar ali, da música, e principalmente por se tratar de um ídolo", ele explica. 

Campanhas na Internet mobilizam fãs a fazerem surpresas para a artista durante as apresentações. Os organizadores pedem para que todos levem e agitem pompons coloridos na 10ª música, Give me all your luvin’. E balões vermelhos com formato de corações na canção seguinte, Open your heart.Tudo para tornar o show inesquecível, não só para eles, como para Madonna.

MDNA tour tem músicas de diversas fases da cantora

Ela costuma seguir à risca o mesmo roteiro em todos os locais por onde passa e, no Brasil, não deve ser diferente. Neste projeto, ela apresenta músicas de várias etapas dos seus 30 anos de carreira. Sete delas são de seu último CD, que tem o mesmo nome da turnê. Girl gone wild, Hung up, Express yourself (com trecho de Born this way, da cantora Lady Gaga), Turn up the radio, Masterpiece, Vogue, Like a prayer e Celebration são alguns dos sucessos que a cantora leva para o palco.

Madonna chegou ao Rio na manhã desta sexta (30), e ficará hospedada no Hotel Fasano, em Ipanema, Zona Sul do Rio. Há ingressos para todos os setores do show de domingo, que vão de R$ 100 a R$ 1.150. O show está previsto para começar às 20h e tem abertura da dupla de DJs Felguk.