Gal, Missy Elliott e Lauryn Hill cantam no Festival Back2Black 

Evento acontece de 23 e 25 de novembro, na Estação Leopoldina

Na semana em que se comemora o Dia da Consciência Negra, volta ao Brasil, para sua quarta edição, o Festival Back2Black, depois de passar por Londres em julho passado. O evento, que acontece de 23 a 25 de novembro na Estação Leopoldina, traz música, arte e debates para celebrar a cultura e tradição afros. Nomes da black music internacional, como Missy Elliott , Ms. Lauryn Hill, e da MPB, como Gal Costa, Martinho da Vila e Daúde, integram a programação.

Os ingressos para os três dias de evento estão no segundo lote e custam R$ 75 (meia entrada) e R$ 150 (inteira). Há um combo para dois dias, no valor de R$ 130 (meia) e R$ 260 (inteira). O passaporte para as três noites do Back2Black sai por R$ 185 (meia) e R$ 370,00 (inteira). As entradas podem ser adquiridas no site ingresso.com.br, no call center 4003-1212 e nos seus respectivos pontos de venda.

Os shows trazem uma mistura de vários ritmos e estilos: jazz, MPB, kuduro, funk, R&B, hip-hop, carimbó e maracatu, nas diversas vertentes da música negra mundial. A edição 2012 apresenta uma presença feminina mais marcante, com destaque para apresentações inéditas no Brasil. Os shows acontecem simultaneamente no Palcos Estação e Petrobras, com horários variados em cada dia.

Na sexta (23) sobem ao palco Martinho da Vila, sua filha Mart’nália e a cantora de soul nigeriana Nneka. Destaque para Ms. Lauryn Hill, rapper americana, dona de sete prêmios Grammy, que se apresenta a partir de 00h30. Sábado (24) tem show da americana Missy Elliott, um dos maiores nomes do rap mundial, ganhadora de cinco prêmios Grammy. No Palco Petrobras se apresentam o rapper paulista Emicida e Os Pilukas + Noite Dia + Francis Boy, que vão mostrar o ritmo africano kuduro, sucesso por todo o mundo.  

A cantora baiana Gal Costa, que este ano lançou seu 30º CD, abre a noite do último dia (25) do festival, com seu show Recanto. funk é representado por DJ Corello e Sany Pitbull, que convida Black & White Sound System, Gerson King Combo e AfroReggae. 

Entre os debates e conferências programadas para o Back2Black, os temas são a ascensão da música paraense, de onde veio o tecnobrega; a presença dos orixás na literatura brasileira; a função da música no apartheid; o lugar da mulher na literatura e na vida, a origem do samba e o envolvimento dos poetas e escritores com este ritmo. Informações sobre shows, horários e programação estão no site www.back2blackfestival.com.br. Desde 2009, o Back2Black já teve mais de 60 mil espectadores. É música, cultura e tradição negra para todos os paladares.

Serviço

Festival Back2Black

Local: Estação Leopoldina - Avenida Francisco Bicalho, s/nº - Santo Cristo - Rio de Janeiro

Data e horário: De 23 e 25 de novembro / Sexta, sábado e domingo

Preços: De R$ 75 a R$ 370

Mais informações no telefone:  www.back2blackfestival.com.br

*Do Projeto de Estágio do Jornal do Brasil